• 12h às 18h
  • Atendimento:
  • 28 3548-1101

DIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO

02/04/2018 

Palestras e ações de conscientização marcaram a data em Irupi

A segunda-feira começou mais azul, isso porque no dia 2 de abril é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. De acordo com uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017, o autismo afeta uma a cada 160 crianças, sendo 3 vezes mais o sexo masculino (por isso a cor azul foi escolhida).

A Prefeitura Municipal de Irupi aproveitou a data para reafirmar o compromisso de promover a plena participação de todas as pessoas com autismo na sociedade e garantir o apoio necessário para que estas possam exercer seus direitos e liberdades fundamentais.

Na manha de hoje (02), os alunos e colaboradores da Escola Sonia Maria, puderam assistir uma palestra sobre o tema, ministrada pelo Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil em Santa Cruz, Vandercleison dos Reis e sua esposa Sil Cunha. Juntos eles são incansáveis na luta para que todos compreendam o que é o autismo.

Segundo relatou o Pastor Vandercleison dos Reis, que é pai de uma criança autista, o autismo tem a prevalência no sexo masculino, sendo que, para cada quatro casos de autismo, três se referem ao sexo masculino e apenas um para o feminino. “O diagnóstico se baseia, principalmente, na história de vida do paciente relatada pelos familiares, educadores e profissionais que estejam atendendo a criança. Paralelo a isso, utilizam-se a anamnese (exame psicológico) e as observação dos profissionais capacitados a realizar a avaliação. Além disso, alguns exames e testes também podem ser empregados a fim de comprovar ou de descartar o laudo de Transtorno do Espectro Autista (TEA)”, explicou o pastor.

Sil Cunha ainda explicou quais são os principais sintomas. “As principais características que portadores do autismo apresentam são: dificuldade de estabelecer e compreender as relações sociais, dificuldades na comunicação verbal, dificuldade em brincadeiras ‘de faz de conta’, respostas sensoriais anormais, crises e outros sintomas, dependendo do nível do Autismo”, completou Sil.

Além da palestra, os alunos da APAE de Irupi, saíram todos em passeata, juntamente com os colaboradores, portando balões azuis e cartazes de conscientização. A população e o comercio parou para assistir, enquanto palavras eram ditas para explicar a ação e o significado do dia.